25 de junho - Dicas do mês

Novo Cruze estreia e é comparado a um Mercedes

"O Chevrolet Cruze 2016 oferece equipamentos de segurança e entretenimento do mesmo nível de um Mercedes-Benz Classe C, pela metade do preço", afirmou Mary Barra, presidente da GM, durante a apresentação em Detroit.

A central multimídia terá tela de 7 polegadas, mas os sistema de Apple ou Google estarão disponíveis como um "upgrade", com a tela de 8 polegadas. Com os sistemas, será possível integrar melhor os smartphones com o carro.

Na parte de segurança, o Cruze terá 10 airbags de série nos EUA e outras novidades opcionais, como assistência de faixa, alerta de colisão frontal e ponto cego, monitoramento de pressão dos pneus, entre outros.

Novo Chevrolet Cruze (Foto: Divulgação)

Mudanças
O exterior do Chevrolet Cruze foi totalmente renovado, com aparente inspiração no elétrico Volt. Mais esportivo, o comprimento cresceu 68 milímetros, a altura encolheu 25 mm e o peso diminuiu em 24 kg.

Se a presidente continuasse a comparação com o Mercedes-Benz Classe C, o Cruze ficaria muito atrás apenas no quesito distância entre-eixos, com 2,70 metros contra 2,84 metros do modelo alemão.

Mas, voltando à realidade, o Cruze, mesmo renovado, segue competindo mesmo com Toyota Corolla, Honda Civic, Nissan Sentra e Volkswagen Jetta, principalmente.

Novo Chevrolet Cruze (Foto: Divulgação)

Motor turbo
Além das tecnologias de conectividade, o destaque ficou para o novo motor turbo 1.4, que gera 155 cavalos de potência e acelera o sedã até 100 km/h em cerca de 8 segundos. Por enquanto, apenas os consumidores dos EUA terão esta opção.

O propulsor, com sistema start-stop para economia de combustível de série, será aliado a transmissão manual ou automática de 6 marchas. Freios a disco nas 4 rodas, controle de estabilidade e câmera traseira também são itens básicos para o novo Cruze nos EUA.

Novo Chevrolet Cruze (Foto: Divulgação)

Quando?
O modelo renovado começa a ser vendido no mercado norte-americano no começo de 2016, com foco no consumidor jovem, por ser o sedã de entrada da marca. Nos anos seguintes, ele chegará a mais de 40 países, entre eles o Brasil, onde o Cruze recebeu uma discreta reestilização no ano passado.

Para os brasileiros, a fabricante confirmou apenas a chegada do sistema multimídia OnStar, mais completo que o MyLink. Com ele, é possível controlar certas funções do carro por meio de aplicativo no celular. Saiba mais.

A tecnologia aparece no modelo atual, não na nova geração, ainda sem previsão de lançamento. O Brasil seguirá o modelo norte-americano, não o chinês (lançado em 2014), mas com um intervalo grande para as mudanças.

Novo Chevrolet Cruze (Foto: Divulgação)